Ignorância americana

De novo a fazer homenagem aos grandes amigos que hé tempo residem no Além, escrevo em galego com grafia portuguesa:
O assunto é a ignorância dos “americanos” sobre o Mundo e a sua Historia. Há dias veio visitar a Corunha uma senhora executiva do maior banco dos EE.UU., casada com um senhor tudense. Ambos formam matirmónio de gente culta e viajada dentro dos “standards” ianquis.
Durante a conversa detectei que a dama, farta de olhar Portugal desde a fronteira, e mesmo de viajar pelo país até os Algarves, tratava os potugueses como uns pobres desviados da grandeza espanhola.
Daquela fiz virar o rumo da parola e levá-la para factos como que a Reconquista portuguesa acabara dous séculos antes do que a castelhana e que os portugueses logo começaram as suas aventuras na África.
Bom, a senhora não sabia quem foram os primeiros europeus em passarem o Cabo da Boa Esperança, nem em chegarem por mar à Índia, a China e o Japão.Por suposto, nem imaginaba por que “pão” se diz “pan” em japonês.
Mesmo olhava para mim maravilhada quando lhe disse que os portugueses estabeleceram o triángulo comercial Índia-China-Japão, e que o português foi língua comercial no Extremo Oriente antes de que os holandeses aparecessem a debilitar a presença ibérica por aqueles fins de mundo…
Mas o melhor foi quando lhe descubri que os brasileiros falam português, uma forma mais do grande bloco linguístico mundial que se iniciou na velha Gallaecia Romana à queda do Império…
Ó Deus, dá-nos paciência com estes bárbaros capazes de pôr um robot em Marte.

Share